Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Salto

Contribuição sindical será investida na ampliação do patrimônio dos sócios

Escrito por: Sindicato dos Metalurgicos de Salto • Publicado em: 13/04/2009 - 15:01 Escrito por: Sindicato dos Metalurgicos de Salto Publicado em: 13/04/2009 - 15:01


Como acontecem todos os anos no holerite do mês março, a ser recebido no mês de abril, é descontado de todos os trabalhadores, com carteira assinada, pertencentes a todas as categorias, um valor referente à contribuição sindical, ou imposto sindical. É importante destacar que apesar do nome, essa taxa não é uma iniciativa dos sindicatos. O imposto sindical é uma lei federal criada em 1939, durante o governo de Getúlio Vargas. A intenção era atrelar os sindicatos ao governo. Esse desconto equivale a um dia de salário do trabalhador com carteira assinada.

O Sindicato é contra a imposição do desconto por isso desde sua filiação a CUT - Central Única dos Trabalhadores - devolve o valor descontado a todos os sócios da Entidade. Esse ano, seguindo uma reivindicação antiga e bastante pertinente dos trabalhadores metalúrgicos de Salto, nosso Sindicato vai reverter todo o imposto sindical na construção do Clube de Campo e do salão de festas para a categoria.

A decisão de investir no Clube de Campo é que os metalúrgicos de Salto é a única categoria do município que ainda não tem um espaço de lazer exclusivo para o trabalhador e sua família. No clube será construído um salão de festas, outra reivindicação antiga dos sócios.

Título: Salto, Conteúdo: Como acontecem todos os anos no holerite do mês março, a ser recebido no mês de abril, é descontado de todos os trabalhadores, com carteira assinada, pertencentes a todas as categorias, um valor referente à contribuição sindical, ou imposto sindical. É importante destacar que apesar do nome, essa taxa não é uma iniciativa dos sindicatos. O imposto sindical é uma lei federal criada em 1939, durante o governo de Getúlio Vargas. A intenção era atrelar os sindicatos ao governo. Esse desconto equivale a um dia de salário do trabalhador com carteira assinada. O Sindicato é contra a imposição do desconto por isso desde sua filiação a CUT - Central Única dos Trabalhadores - devolve o valor descontado a todos os sócios da Entidade. Esse ano, seguindo uma reivindicação antiga e bastante pertinente dos trabalhadores metalúrgicos de Salto, nosso Sindicato vai reverter todo o imposto sindical na construção do Clube de Campo e do salão de festas para a categoria. A decisão de investir no Clube de Campo é que os metalúrgicos de Salto é a única categoria do município que ainda não tem um espaço de lazer exclusivo para o trabalhador e sua família. No clube será construído um salão de festas, outra reivindicação antiga dos sócios.



Informa CUT

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.