Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Congresso da CUT-ES cumpre objetivos rumo a etapa nacional

“Momento de organizar a resistência contra ataques à classe trabalhadora”, afirma CUTista

Escrito por: Érica Aragão, com informações da assessoria de comunicação da CUT ES • Publicado em: 17/07/2017 - 18:53 Escrito por: Érica Aragão, com informações da assessoria de comunicação da CUT ES Publicado em: 17/07/2017 - 18:53

CUT ES

A 15ª Plenária- Congresso Extraordinário Estadual da Central Única dos Trabalhadores do  Espírito Santo (CUT-ES) terminou neste domingo (16) elegendo delegados e delegadas para a etapa nacional, que acontece entre os dias 28 e 30 de agosto, e com a definição do plano de lutas, pautado no momento de retrocessos para a classe trabalhadora.

A Secretária Nacional de Relações do Trabalho da CUT, Graça Costa, participou da abertura do Congresso e fez a análise do momento que estamos vivendo.Para ela, a CUT acertou quando definiu fazer um Congresso extraordinário para tirar estratégias de enfrentamento à este avalanche de perdas que os trabalhadores e as trabalhadoras do país estão passando.

“Nós estamos numa situação grave, num estado de exceção e num processo de perdas de direitos e transformação do estado. Antes da reforma trabalhista nós tivemos o desmantelamento das políticas sociais e agora estamos avançando num processo de privatização e aprofundamento do desemprego”, pontuou.

Também foi discutida a batalha da comunicação sob o ponto de vista da mídia, como o grande partido do capital, além de reformas e suas consequências.

"O congresso extraordinário no ES foi um momento de organizar a resistência aos ataques que a classe trabalhadora vem sofrendo. Saímos fortalecidos para os enfrentamentos que serão necessários nesse momento tão difícil da política nacional”, disse o presidente da CUT Espírito Santo, Jasseir Fernandes.

A Intensificação da campanha contra as reformas e fortalecimento das frentes Brasil Popular e Povo sem Medo também estão no plano de lutas da CUT ES.

Título: Congresso da CUT-ES cumpre objetivos rumo a etapa nacional, Conteúdo: A 15ª Plenária- Congresso Extraordinário Estadual da Central Única dos Trabalhadores do  Espírito Santo (CUT-ES) terminou neste domingo (16) elegendo delegados e delegadas para a etapa nacional, que acontece entre os dias 28 e 30 de agosto, e com a definição do plano de lutas, pautado no momento de retrocessos para a classe trabalhadora. A Secretária Nacional de Relações do Trabalho da CUT, Graça Costa, participou da abertura do Congresso e fez a análise do momento que estamos vivendo.Para ela, a CUT acertou quando definiu fazer um Congresso extraordinário para tirar estratégias de enfrentamento à este avalanche de perdas que os trabalhadores e as trabalhadoras do país estão passando. “Nós estamos numa situação grave, num estado de exceção e num processo de perdas de direitos e transformação do estado. Antes da reforma trabalhista nós tivemos o desmantelamento das políticas sociais e agora estamos avançando num processo de privatização e aprofundamento do desemprego”, pontuou. Também foi discutida a batalha da comunicação sob o ponto de vista da mídia, como o grande partido do capital, além de reformas e suas consequências. O congresso extraordinário no ES foi um momento de organizar a resistência aos ataques que a classe trabalhadora vem sofrendo. Saímos fortalecidos para os enfrentamentos que serão necessários nesse momento tão difícil da política nacional”, disse o presidente da CUT Espírito Santo, Jasseir Fernandes. A Intensificação da campanha contra as reformas e fortalecimento das frentes Brasil Popular e Povo sem Medo também estão no plano de lutas da CUT ES.



Informa CUT

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.