Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Comissão de negociação do Sintese se reúne com prefeito de Indiaroba

Escrito por: Sintese • Publicado em: 11/01/2013 - 09:54 Escrito por: Sintese Publicado em: 11/01/2013 - 09:54

 

A comissão de negociação do Sintese em Indiaroba acompanhada das coordenadoras da sub-sede Sul do Sintese foram recebidas pelo prefeito de Indiaroba, José Leal. Na pauta: o atraso no pagamento dos salários do mês de dezembro do magistério.

Além dos salários, parte dos professores também estão sem receber o 13º salário, pois a prefeitura adota a forma de pagamento na data de aniversário. Quem aniversariou nos meses de novembro e dezembro não recebeu o benefício em sua totalidade.

A alternativa apresentada pelo prefeito para amenizar o problema é fazer a antecipação do pagamento do mês de janeiro juntamente com as férias. De acordo com Ivonia Aparecida Ferreira, coordenadora geral da sub-sede Sul, José Leal se comprometeu a fazer estes pagamentos até o dia 20 de janeiro.

Já com relação aos salários de dezembro, o chefe do Poder Executivo garantiu que faz o pagamento dos atrasados até o início do ano letivo.

A categoria deliberou em assembleia que só inicia o ano letivo após a administração municipal pagar os salários atrasados. “Após muito debate os professores decidiram só começar as aulas no período letivo de 2013 após a prefeitura pagar o que é devido, afinal o trabalho já foi feito e é constitucional o trabalhador receber salário após o serviço prestado”, disse Ivonia.

Outros pontos discutidos na reunião entre o prefeito e membros da secretaria municipal de educação e a comissão de negociação foram as condições de funcionamento das escolas e a regulamentação dos conselhos municipais (FUNDEB, Alimentação Escolar e Educação). Nos últimos anos os alunos têm sofrido com a falta de alimentação, transporte e até de água potável.

Segundo a coordenadora da sub-sede Sul Maria Augusta Alves, a secretária de Educação garantiu que o ano letivo de 2013 se iniciará com todas essas questões resolvidas. “Temos a expectativa que em 2013 os alunos das escolas municipais de Indiaroba não sofram mais pela falta destes itens básicos para o processo de ensino e aprendizagem”, aponta Augusta.

Atrasos

Na região Sul os municípios que estão sem pagar o mês de dezembro são: Santa Luzia do Itanhy, Umbaúba, Cristinápolis, Arauá e Tomar do Geru.

Na busca de uma solução para este impasse o Sintese enviou ofícios a todas as administrações municipais solicitando audiências para que sejam encontradas alternativas para o pagamento dos salários dos docentes.

Título: Comissão de negociação do Sintese se reúne com prefeito de Indiaroba, Conteúdo:   A comissão de negociação do Sintese em Indiaroba acompanhada das coordenadoras da sub-sede Sul do Sintese foram recebidas pelo prefeito de Indiaroba, José Leal. Na pauta: o atraso no pagamento dos salários do mês de dezembro do magistério. Além dos salários, parte dos professores também estão sem receber o 13º salário, pois a prefeitura adota a forma de pagamento na data de aniversário. Quem aniversariou nos meses de novembro e dezembro não recebeu o benefício em sua totalidade. A alternativa apresentada pelo prefeito para amenizar o problema é fazer a antecipação do pagamento do mês de janeiro juntamente com as férias. De acordo com Ivonia Aparecida Ferreira, coordenadora geral da sub-sede Sul, José Leal se comprometeu a fazer estes pagamentos até o dia 20 de janeiro. Já com relação aos salários de dezembro, o chefe do Poder Executivo garantiu que faz o pagamento dos atrasados até o início do ano letivo. A categoria deliberou em assembleia que só inicia o ano letivo após a administração municipal pagar os salários atrasados. “Após muito debate os professores decidiram só começar as aulas no período letivo de 2013 após a prefeitura pagar o que é devido, afinal o trabalho já foi feito e é constitucional o trabalhador receber salário após o serviço prestado”, disse Ivonia. Outros pontos discutidos na reunião entre o prefeito e membros da secretaria municipal de educação e a comissão de negociação foram as condições de funcionamento das escolas e a regulamentação dos conselhos municipais (FUNDEB, Alimentação Escolar e Educação). Nos últimos anos os alunos têm sofrido com a falta de alimentação, transporte e até de água potável. Segundo a coordenadora da sub-sede Sul Maria Augusta Alves, a secretária de Educação garantiu que o ano letivo de 2013 se iniciará com todas essas questões resolvidas. “Temos a expectativa que em 2013 os alunos das escolas municipais de Indiaroba não sofram mais pela falta destes itens básicos para o processo de ensino e aprendizagem”, aponta Augusta. Atrasos Na região Sul os municípios que estão sem pagar o mês de dezembro são: Santa Luzia do Itanhy, Umbaúba, Cristinápolis, Arauá e Tomar do Geru. Na busca de uma solução para este impasse o Sintese enviou ofícios a todas as administrações municipais solicitando audiências para que sejam encontradas alternativas para o pagamento dos salários dos docentes.



Informa CUT

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.