Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

4º Encontro das mulheres teve participação de homens da categoria

"Por mais mulher na política, um dos temas da atividade do 8º Congresso dos [email protected]

Escrito por: Sindicato os Metalúrgicos do ABC • Publicado em: 15/05/2015 - 14:45 • Última modificação: 15/05/2015 - 15:00 Escrito por: Sindicato os Metalúrgicos do ABC Publicado em: 15/05/2015 - 14:45 Última modificação: 15/05/2015 - 15:00

Sind. Metal. ABC 4º Encontro de Mulheres Metalúrgicas com a presença de Aroaldo Oliveira

O 4º Encontro das Meta­lúrgicas do ABC aconteceu como uma das atividades do 8º Congresso da categoria na tar­de de ontem na Sede. O debate inédito, com a participação dos companheiros na base, trouxe à tona a luta unificada e questio­namentos sobre maior inclu­são das mulheres em espaços políticos.

A mesa Democracia e Par­ticipação: Perspectivas de Au­mento das Mulheres em Es­paços de Decisão e Poder teve a secretária de Orçamento e Planejamento Participativo de São Bernardo, Nilza de Oliveira.

“Devemos criar mecanismos para aumentar a participação das mulheres. Aqui no Con­gresso, por exemplo, o Sindi­cato proporcionou creche para que os pais pudessem estar aqui e discutir os rumos da catego­ria”, declarou a secretária.

Nilza afirmou ainda que o fato de ser mãe não impede que a mulher tenha outros desafios. “A mulher é um ser essencialmente participativo. Ela é polivalente, chefia o lar, trabalha e cuida dos filhos”, afirmou.

A coordenadora da Comis­são das Metalúrgicas do ABC e diretora executiva do Sindicato, Ana Nice Martins de Carvalho, disse que os debates no chão de fábrica e a participação das trabalhadoras nas mesas de ne­gociações também contribuem para garantir este espaço na luta. “Se não fosse desta forma, não se­ria possível avançar”, prosseguiu.

A cantora Negra Li esteve no debate Protagonismo da mulher onde quer que ela esteja. Ela falou sobre a conquista de espaços e da liberdade de expressão. “Nunca me vi como frágil por ser mu­lher porque minha mãe sempre foi guerreira e trabalhou muito”, concluiu.

Título: 4º Encontro das mulheres teve participação de homens da categoria, Conteúdo: O 4º Encontro das Meta­lúrgicas do ABC aconteceu como uma das atividades do 8º Congresso da categoria na tar­de de ontem na Sede. O debate inédito, com a participação dos companheiros na base, trouxe à tona a luta unificada e questio­namentos sobre maior inclu­são das mulheres em espaços políticos. A mesa Democracia e Par­ticipação: Perspectivas de Au­mento das Mulheres em Es­paços de Decisão e Poder teve a secretária de Orçamento e Planejamento Participativo de São Bernardo, Nilza de Oliveira. “Devemos criar mecanismos para aumentar a participação das mulheres. Aqui no Con­gresso, por exemplo, o Sindi­cato proporcionou creche para que os pais pudessem estar aqui e discutir os rumos da catego­ria”, declarou a secretária. Nilza afirmou ainda que o fato de ser mãe não impede que a mulher tenha outros desafios. “A mulher é um ser essencialmente participativo. Ela é polivalente, chefia o lar, trabalha e cuida dos filhos”, afirmou. A coordenadora da Comis­são das Metalúrgicas do ABC e diretora executiva do Sindicato, Ana Nice Martins de Carvalho, disse que os debates no chão de fábrica e a participação das trabalhadoras nas mesas de ne­gociações também contribuem para garantir este espaço na luta. “Se não fosse desta forma, não se­ria possível avançar”, prosseguiu. A cantora Negra Li esteve no debate Protagonismo da mulher onde quer que ela esteja. Ela falou sobre a conquista de espaços e da liberdade de expressão. “Nunca me vi como frágil por ser mu­lher porque minha mãe sempre foi guerreira e trabalhou muito”, concluiu.



Informa CUT

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.